"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha
de ser honesto".

(Rui Barbosa)


terça-feira, 30 de novembro de 2010

Laureci Faleiro vence eleição na LEP

Laureci Faleiro enceu Pleito. Nelson ficou em segundo e Pavão em terceiro


Na última terça-feira, a Liga Esportiva de Parauapebas (LEP) escolheu a sua nova diretoria que vai gerir os destinos do futebol do município nos próximos dois anos . Depois de muito suspense, os 15 presidentes de clubes, que tinham direito a voto elegeram Laureci Faleiro presidente da entidade. Aguinaldo Antônio de Sousa será seu vice.


Antes mesmo de o pleito começar, já se sabia que a eleição que tinha três candidatos (Laureci Faleiro, Nelson Ned e Francisco Pavão) seria acirrada. Nunca na história da entidade um pleito eleitoral contara com três candidaturas fortes. Como sempre acontece nessas ocasiões, a sede da entidade ficou tomada de desportistas e curiosos.


Depois da abertura da solenidade, feita pelo presidente que está deixando o cargo, Roque Dutra, a comissão de eleição tomou à frente dos trabalhos e convocou os presidentes para o procedimento de votação.


Depois de aberta a urna, Laureci Faleiro obteve seis votos, seguido de Nelson Ned, com cinco e Francisco Pavão com quatro.


O resultado não foi surpresa, mas, levantou a suposição de que Roque Dutra teria manifestado apoio para a candidatura de Laurteci. Roque negou o fato e disse que a eleição estivera indefinida até o final, mas não tomara partido. No final algumas projeções não se confirmaram. Nelson contava co m sete votos, mas só se confirmaram cinco, o que se mostrou insuficiente para a sua vitória. Pavão também esperava sete votos, mas se materializaram quatro.


Em entrevista, Laureci disse que iria dar continuidade ao trabalho desenvolvido por Roque e que iria intensificar o contrato com a prefeitura, objetivando a continuação do convênio, no qual repasses de dinheiro público ajudam nas despesas da Liga.


Presentes na eleições os vereadores Antônio Massud (PTB) e Israel Barros, o “Miquinha” (PT) prometeram alocar verbas para o esporte amador da cidade.

Charge da semana


segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Eleição na LEP

Amanhã, 30 a Liga Esportiva de Parauapebas (LEP) realizará sua eleição para o biênio de 2011 e 2012.

Segundo informações, concorrem ao cargo majoritário, os desportistas Nelson Ned, Francisco Pavão e Zacarias Assunção, mas a lista pode aumentar, uma vez que o estatuto permite registro de chapas até poucas horas antes das eleições.

No fim da semana ventilou-se a informação de que Benigno Leite também seria candidato, mas até o momento nada disso foi confirmado.

Só falta uma

O abraço de hoje vai para Charlinho, Uai, Ávila, Miltão, Romerito, Ernandes Tixa, Wanterlor que não é tricolor, mas torce para o Flu por causa da filha, que é tricolor doente e para os milhares de "pó de arroz" de Parauapebas.

Só falta uma.

domingo, 28 de novembro de 2010

Câmara em ação

Câmara Municipal de Parauapebas
Fiscalização do tempo de espera nas filas de bancos é cobrada pelo vereador Odilon
O requerimento de Nº 100/2010, criado pelo vereador Odilon Rocha de Sanção (PMDB), pediu providências por parte do Poder Executivo, PROCON e Ministério Público Estadual, para que se faça cumprir o que determina a Lei Municipal N° 3.821-A/99, que limita o tempo de espera nas filas dos bancos da cidade. De acordo com o vereador, a Lei ainda não foi cumprida, e o tempo de espera em filas bancárias chega a ser humilhante para o cidadão.
Miquinha pede reajuste das tarifas do TFD praticadas em Parauapebas
O vereador Israel Pereira Barros (PT), o Miquinha, solicitou, por meio do requerimento Nº 099/2010 o reajuste dos valores de diárias e ajuda de custo do programa Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que consiste em arcar com despesas de transporte, alimentação e hospedagem do paciente e do acompanhante enquanto estiverem em outra localidade. O TFD foi instituído em 1999 pela Secretaria de Assistência à Saúde do Ministério da Saúde para garantir o deslocamento de pacientes do SUS quando o município de origem não dispuser do tratamento necessário. Para o vereador, ‘’os valores fixados pelo Ministério da Saúde estão defasados’’, e por isso, o requerimento que foi aprovado por unanimidade pela Casa, pede que seja feito o devido reajuste das diárias praticadas em Parauapebas, aumentando a tarifa de R$ 15,00 (quinze reais) para R$ 24,75 (vinte e quatro reais e setenta e cinco centavos).
Fonte: Assessoria de Imprensa / CMP

Lula manda na futura equipe de governo

Gerson Camarotti, O Globo
Após quatro semanas de transição, o que mais chama atenção de integrantes das equipes do atual e do próximo governo é a influência total do presidente Lula, não só na condução política com os aliados, mas, principalmente, na escolha dos nomes do Ministério de Dilma Rousseff.
Todos os nomes confirmados, e até os que já foram convidados, são da cota pessoal do presidente, o que tem deixado Dilma engessada.
Um ministro demonstrou surpresa com a fidelidade excessiva de Dilma a Lula.
Já no PT há o reconhecimento de que a equipe do governo Dilma terá cara, coração e alma do presidente Lula, acrescentou esse ministro.
Segundo outro interlocutor do presidente, ele estaria fazendo, com a equipe de Dilma, o que gostaria de ter feito em sua gestão. Dilma não faz nada sem consultá-lo.
Lula tem hoje uma percepção maior do que deu certo e do que pode dar muito errado. E é nessa linha que tem dado sugestões a Dilma e influído de forma decisiva em todos as decisões da presidente eleita.
Apesar de o próprio Lula ter dito que Dilma tem autonomia para nomear quem quiser para seu Ministério, não é isso que tem acontecido.

Motocross no City Park

Neste domingo, 28, o City Park Club promove o 19º Motocross. Além d os pilotos locais, muitos competiodores d efora do município em várias categorias. O evento, que já é tradicional no clube começou na verdade na sábado 27, com treinos os livres.

Cartelização

Nos últimos dias, muito tem se falado da cartelização do combustível em Parauaspebas. É bom que se diga que esse tipo de prática é comum na cidade há muito tempo e ninguém toma providência.
O certo seria o Procon tomar a frnete , mas o tempo passa e ninguém faz nada e o resultado é temos um dos preços mais caros do Brasil.
Ao contrário do que disse o representante do Procon, não é difícil provar, não; difícil é fazer alguma coisa.

Indagações

Apesar da apresentação de Índio, como autor dos disparos contra o saudoso delegado André Albuquerque, indagações ainda estão no ar. É preciso que a polícia responsa essas intrrogações à sociedade.

Acusado de matar delegado é preso

Índio, acusado de disparar contra Albuquerque, ele nega


Polícia Civil do Estado do Maranhão prendeu em Açailândia (MA) por volta das 13 horas desta sexta-feira (26) Joel Bispo dos Santos, conhecido por “Índio”, acusado de ter assassinado o delegado de Parauapebas André Albuquerque no dia 3 de outubro deste ano.


O acusado foi preso num hotel após a hora do almoço.“Índio” vinha sendo monitorado pela polícia do Maranhão pela prática de furtos nos municípios de Carolina e João Lisboa, como também pelo homicídio do delegado André Albuquerque.


A informação sobre a prisão de “Índio” no Maranhão foi passada no final da tarde pela polícia de Açailândia ao quartel da Polícia Militar de Parauapebas, que por sua vez comunicou o fato à direção da 20ª Seccional de Polícia Civil do município.Em declarações prestadas no início da noite à reportagem do CT, o delegado plantonista Nelson Júnior confirmou a informação sobre a prisão do acusado, adicionando que a priori o mesmo será recambiado para a penitenciária de Americano, por medida de segurança, e posteriormente para Parauapebas, onde prestará depoimento.
Perguntado se por ocasião da prisão “Índio” havia confessado ter cometido o homicídio contra a pessoa do delegado André, Nelson Júnior respondeu que o acusado negou ser o autor dos tiros disparados contra a autoridade policial, acusando os comparsas deles, entre estes Ronaldo Rodrigues Lopes, que se encontra foragido, como matadores do delegado.


Com a prisão de um dos acusados de ter assassinado o delegado André, Nelson Júnior declarou que o ato é uma resposta positiva à sociedade e à família da vítima, que clamavam em ver o homicídio esclarecido pela polícia. Ele lembra que o trabalho investigativo da polícia vai continuar, até que o último envolvido no crime seja colocado atrás das grades. (Ronaldo Modesto/Waldyr Silva, Correio do Tocantins)

Darci diz que não é pé-frio

Presente em Abaeté, o prefeito Darci Lermen, trajando a já conhecida camisa do Internacional, foi pra arquibancada e ficou em companhia do presidente do PFC, Roque Dutra e do presidente da Federação Paraense de Futebol, Cel. Nunes.

Com o placar de 1 a 0, a favor do PFC, Darci assegurou que não era pé-frio, "não sou pé-frio, não, todas as vezes que eu assisto o jogo do PFC, ele ganha". Sei...

Clima embaçado

Menos de 15 torcedores do Parauapebas estiveram no estádio Humberto Parente, em Abaetetuba, na quinta-feira. Pelas estimativas nossas, algo em torno de 10 mil pessoas. Apesar da presença da polícia, o clima esteve bem embaçado.
A galera de Abaeté queria levar o título de qualquer maneira, mas a postura do PFC, bem agressivo em campo e com amplo domínio do meio campo começou a irritar a torcida. O gol de Patrick foi a gota d'água.
No segundo tempo, com as expulsões de três jogadores do Abaeté, os ânimos ficaram acirrados e os xingamentos contra o PFC e a arbitragem foi a tônica da etapa complementar.
Espremida num canto da arquibancada a galera do PFC parou de gritar e torceu para que a fúria da torcida não se voltasse contra ela e principalmente, que o PFC não fizesse mais gols, porque a situação poderia ficar insustentável.
No final, Parauapebas 1, Abaeté 0, título da segundinha, classificação para a primeira fase do parazão 2011. Dia histórico para Parauapebas.

Andanças

Desde terça que não dou uma passada aqui no blog para atualização.Longe de ser má vontade, devo estive viajando e nos locais onde andei o acesso a net nem sempre era favorável. Ah! viagme na boa companhia do amigo e confrade, Willian Bayerl.
Nas andanças, passagens por Abaetetuba, Belém e Castanhal, onde passamos o dia de Sábado. De volta a terrinha, voltamos a dar atenção aos ofícios, como jornal e Blog. Valeu galera.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Só faltam duas

Pois é, o campeonato Brasileiro vai chegando ao seu final, mas, ainda não chegou ao seu final, se modo que não adianta soprar as trombetas de campeão antes do tempo. No domingo passado, com a vitória do Corinthians sobre o Cruzeiro, num pênalti contestado pelo cruzeirenses e que eu particularmente acho que houve, e, principalmente, com o empate do Flu frente ao Goiás, corintinianos se apressaram em comemorar como se campeões já fossem.
Não eram e bastou a rodada seguinte para o Vitória botar as coisas no seu devido lugar, empatando em 1 a 1 com o Timão. Fluminense pulou novamente na frente e a duas rodadas do término da competição, só depende de si para levantar o caneco.
Nada está ganho, mas é evidente que o Fluminense está numa boa situação. Vamos aguardar um pouco mais. Cautela e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
Pelo sim, pelo não, só faltam duas.

As noites no boteco do Baixinho

As noites do boteco do baixinho estão cada vez mais interessantes. Até alguns eventuais arranca-rabos costumam ser relevados e ressentimentos têm a tendência de serem esquecidos antes das 24 horas subsequentes.
O que não se admite por lá são as pretensões de tentar fazer do local, uma banker da falsa moral, uma seminário de coisas muito sérias, afinal, lá se fala sério, mas não muito e principalmente, pessoas que aproveitam o espaço para exibir erudição fora de hora. Isso realmente é o fim da picada.

Torcida do PFC

Depois da vitória do PFC frente ao Abaeté, pela final da segundinha, gols de Rô e Diego Silva, já tem gente apostando todas as fichas no título do PFC. Uma caravana está sendo for4mada para o deslocamento dos torcedores ao município de Abaetetuba.

Mau cheiro

Que coisa, não, o perímetro que comprteende as ruas E e D, mais exatamente entre o Banco do Brasil e a Leolar, na frente do Fênix, a catinga de mijo velho é insuportável. Mijo fede, mas, mijo velho fede muito mais.
Em plena luz do dia, marmanjos se desapertam placidamente, uma sacanagem só.

Net no bagaço, computadores, idem

Depois de dois dias com a internet no bagaço e os computadores na asssitência técnica para formatação, estamos aí, firmes e fortes.

sábado, 20 de novembro de 2010

Charge


Marajó

Marcel Nogueira e Leo Mendes
Os raios de sol da baia
misturam o verde com a imensidão;
no labirinto das ilhas,
caminhos e trilhas da embarcação
será que a morena bonita
me espera no porto, me espera no cais,
ou no trapiche, na estancia, ou nos manguezais?
O vai e vem das marés,
traz o cheiro da mata e da maresia.
A água barrenta do rio
carrega a canoa na travessia.
No imaginário das lendas
a linda cabocla de tez de açai.
O boto encantado cestroso,
cantando na foz Paracauary.
Farol, Joane, pesqueiro
novos caminhos do mar,
em Barra velha a estrela
alumia o porto lá de Camará.
Novas canções me esperam
banhadas de sal e suor
sou Salvaterra, sou Breves,
sou Soure, princesa do meu Marajó.

PFC faz final contra Abaeté

Amanhã, a partir das 16:30h o PFC joga a final da segundinha com o Abaeté, no estádio Rosenão. A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira em Abaetetuba.
O PFC e o Abaeté estão classificados para a primeira fase do parazão, na qual participarão as equipes do Time Negra, Ananindeua, Tuna Luso, Santa Rosa, Sport Belém e Castanhal. Os dois melhores classificados participarão da fase principal, juntamente com Remo, Paysandu, Águia de Marabá, São Raimundo, Independente e Cametá.
Nesse momento é importante o apoio de todos, pois o PFC vai precisar. Detalhe: não adianta ir para o campo para vaiar a equipe antes dos 20 minutos, como aconteceu na partida contra o Bragantino.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Trezentas vagas

Trezentas vagas,distribuídas nos cursos de vendedor, caixas, auxiliares de limpeza e almoxarifado serão ofertadas para a população de Parauapebas A iniciativa é do Unique Shopping Parauapebas, em parceria com o SENAC, CDL e Equiproin e tem como objetivo formar mão de obra para abastecer o mercado local, o próprio shopping e ainda colaborar para mellhorar a qualidade de vida dos atendidos.
Contato Planet Comunicações
fone (94) 3324 1062

Teste da orelhinha

Visando a prevenção auditiva precoce, a secretaria de Saúde implantará o exame de emissões otoacústicas em todos os recém-nascidos. A solenidade de implantação acontecerá na próxima segunda-feira, 22, às 8 horas, na maternidade do Hospital Municipal.

Parabéns, Eldan


Parabéns ao jovem Eldan Neto, que rasga folhinha no dia de hoje, 19. Eldan é um parauapebense que com aguçado senso crítico e que assima o Blog do Eldan. Altualmente ele trabalha na Nova Caledônia, no Pacíico Sul. Parabéns amigo.

Brasil - mais de um celular por habitante

O Brasil fechou o mês de outubro com o total de 194.439.250 linhas de celulares habilitadas, o que representa uma densidade de 1,0044 aparelho por pessoa.
Os números consideram o último levantamento do IBGE e foram anunciados nesta tarde pelo presidente do conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg.

O PMDB quer a sua parte


Um “ajuntamento de assaltantes”, como queria Ciro Gomes, ou uma espécie de poder moderador que está aí para não deixar os radicais do PT tirarem a democracia dos trilhos?

Um “consórcio de máfias políticas regionais”, como quer o geógrafo Demétrio Magnoli,ou um partido de centro que se propõe a funcionar como uma espécie de fiador da democracia, atuando como algodão entre cristais contra extremismos?

Não demorou muito para que o PMDB , montado no alto da carta de crédito que a aliança vitoriosa com o PT lhe concedeu, colocasse as mangas de fora e as cartas na mesa, cobrando a parte que lhe cabe nesse latifúndio político que comandará os destinos do País nos próximos 4 anos.

Agindo com a soberba de partido hegemônico da aliança, o PT fez as primeiras reuniões da chamada “equipe de transiçao” sem se preocupar com a delicadeza de reservar um lugar na mesa ao seu aliado preferencial. Michel Temer, o vice eleito, protestou em nome de seu partido, e usou o seu estilo aveludado para avisar que o PMDB estava aí e queria a cadeira que lhe cabia no consórcio.

Sentaram Temer à mesa, deram-lhe as honras de ocupar a cabeceira, intitularam-no protocolarmente de “coordenador” , e deixaram-no aparecer nas fotos na posição de comandante da tropa de transição. Mas o PMDB é um partido pragmático demais para deixar-se levar apenas pelas poses e aparências.

O PMDB quer poder, e para o PMDB cargos são o poder.

O segundo lance do jogo de xadrez, foi o anúncio da formação do “blocão”, um ajuntamento formado pelos 202 deputados que compõem as bancadas do PMDB, PTB, PSC,PR e PP.Um astucioso jogo de cena que o PMDB montou para mostrar ao PT que ele não pode querer jogar sozinho o jogo do poder.

Claro que não era um lance pra valer.Era apenas um aviso aos aliados cabeça-de-chave: olha, nós estamos aqui. Não se esqueçam de nós.O presidente em fim de mandato mobilizou os seus operadores para desmanchar o “blocão” e o vice eleito correu para colocar os seus panos quentes.A operação foi suspensa,mas o efeito demonstração ficou guardado na gaveta, para ser usado, se necessário, em outras emergências.

Isso significa que os acordos não explicitados mas subentendidos continuarão a ser cumpridos. O PT , que tem o maior número de deputados, comandará a Câmara, o PMDB , que tem o maior número de senadores, comandará o Senado (provavelmente restaurando a satrapia do eterno José Sarney) e as arestas que aparecerem na negociação de cargos irão sendo aparadas à medida que forem aparecendo.

Não esperem desse embate grandes discussões sobre o futuro ou sobre as necessidades urgentes do Pais, nem sobre princípios, ou modelos, ou sistemas, ou programas de governo. Nada disso está em discussão. Quando o PMDB tenta se colocar como fiel da balança em qualquer entrevero político, o que está em jogo é apenas a sua sede por cargos.A democracia,para o partido , é apenas uma ferramenta para facilitar o exercício de sua verdadeira natureza e de sua mais autêntica vocação : o fisiologismo.


Sandro Vaia é jornalista. Foi repórter, redator e editor do Jornal da Tarde, diretor de Redação da revista Afinal, diretor de Informação da Agência Estado e diretor de Redação de “O Estado de S.Paulo”.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Charge


Edição 437 só na próxima sexta

O jornal HOJE,por meio de sua diretoria informa aos assinantes e leitores em geral, que em virtude de uma pane no sistema elétrico da impressora off-set, a edição prevista para esta sexta não irá às ruas.
Diante disso, a edição 437 só deve ir às ruas na próxima sexta-feira.

Tiririca não precisará fazer uma nova prova de alfabetização

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo negou hoje os dois pedidos do Ministério Público para o palhaço Tiririca, eleito com mais de 1,3 milhão de votos fosse submetido a uma nova avaliação sobre a sua escolaridade.
O tribunal não considerou que Tiririca na última avaliação teria respondido menos de 30% das questões.

Mantega fica

A Folha publicou na sua edição de hoje que a presidente Eleita, Dilma Rousseff convidou o atual Ministro da Fazenda Guido Mantega para permancer à frente do ministério da Fazenda e consta que ele aceitou.
Com isso ficou provado que Dilma, quer fazer um governo igualzinho ao do presidente Lula. Com seus acertos e distorções.

Promessa de grana

Ao contrário de outras audiências públicas, nas quais aparecia uma meia dúzia de gatos pingados, a audiência de quarta-feira foi muito concorrida e o que tinha de produtor rural não estava escrito.
Foi o suficiente para que os maledicentes dizerem que só apareceu gente por lá por causa da promessa de dinheiro. Tá certo.

Preservar pode gerar dinheiro para produtores da Apa do Gelado

Muitos produtores rurais na audiência
Luiz Veloso, Fundação Vale

Maria Teresa, da mata Viva




Ontem uma audiência pública teve lugar no salão nobre da prefeitura Municipal de Parauapebas. A audiência é uma iniciativa da instituição Brasil Mata Viva e da Fundação Vale e tem como objetivo dar condições de viabilidade econômica para produtores rurais da localidade denominada APA do Gelado.



Sergundo Maria Tereza, coordenadora da Mata Viva os produtores passariam a comercializar os créditos de preservação ambiental para empresas que desmataram ou que poluem o ambiente, de modo que a preservação ambiental, além de ser incentivada, ainda geraria receita para a comunidade.


A comercialização teria a parceria da Fundação Vale. Presente no evento Luiz Veloso Gerente de relações Institucionais da FVALE considerou de muito importante a iniciativa, "esse projeto é de suma importância e tem como objetivo dar condições aos pequenos proprietários da região que já adotam o não desmatamento há muito tempo". A comercialização dos créditos ambientais seria negociados pela fundação,Veloso inclusive afirmou que uma possível compradora de créditos seria a própria Vale.

Nota triste

Nota triste para uma parte da torcida, que na partida contra o Bragantino, ao invés de incentivar o PFC, antes dos 20 minutos, já vaiava demoradamente alguns jogadores. Desse jeito, a galera faz o jogo do adversário e intranquiliza o time. Vamos todos ao Rosenão e torcer verdadeirament epar ao PFC.

PFC detona Bragantino e está na finalíssima da segundinha


Com gols de Fiti e Diego Silva, o PFC venceu o Bragantino ontem, no estádio Rosenão, pelo placar de 2 a 0, se classificando para a finalissima da segundinha.

O jogo foi muito truncado, principalmente no primeiro tempo, onde o Bragantino armou uma retranca quase que intransponível.

No segundo tempo, o time local voltou mais tranquilo e aos 14 minutos Fiti bateu falta na entrada da área acertando o canto esquerdo do goleiro adversário. Aos 35, após um cruzamento da direita Diego completou para as redes, dando números finais ao jogo.

Na finalíssima, o PFC enfrenta o Abaeté no Rosenão no proximo domingo, a partida final será em Abaetetuba.

Gato por lebre ou prapaganda enganosa?


Lembra quando a prefeitura espalhava outdoors na cidade, falando maravilhas da água, que não chegava na torneira do cidadão? Pois é, de novo ela vem falando de uma asfalto, que a bem da verdade só existe mal e porcamente na rota das vans.
É ou não um gato bem grande? A prefeitura jura que é lebre...

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Vereadores aprovam requerimento solicitando melhoria na infra-estrutura


Na tarde de ontem, 16/11, a Câmara Municipal mais uma vez aprovou requerimentos que solicitam melhorias de infraestrutura para o município, com o objetivo de contribuir com o aumento da qualidade de vida da população.

Após aprovação da ata da sessão anterior, o vereador Antônio Massud (PTB) apresentou o requerimento Nº 101/2010, de própria autoria, que requer a drenagem e instalação de bueiros na Rua Sapoti, localizada no Residencial Bela Vista II. De acordo com o parlamentar, a referida rua é uma das principais vias do bairro, e vem sofrendo com os constantes alagamentos, principalmente quando chove. Ainda segundo o vereador Massud, essa falta de infraestrutura dificulta e muitas vezes impede o trânsito dos moradores. “Precisamos cobrar do Poder Executivo melhorias para essa comunidade, pois a situação é crítica”, finaliza Massud.

Em sua proposição, Euzébio Rodrigues, vereador do PT, apresentou o requerimento Nº 103/2010, que solicita a abertura da Rua Perimetral Oeste, no Bairro Beira Rio I, interligando-a a PA-275.

Segundo o vereador, atualmente o Bairro Beira Rio I conta com duas entradas, que são feitas pela PA-275 e ficam congestionadas nos horários de pico. Além disso, de acordo com Euzébio, existem vários estabelecimentos comerciais na Rua Rio Azul, entre a vias Perimetral Oeste e Presidente Kenedy, motivo que contribui para o aumento do tráfego de pessoas e veículos na saída da Av. Presidente Kenedy para a PA.

“Entendo que a contraprestação da Administração Pública aos impostos pagos pelos cidadãos deve ser o retorno na forma de serviços públicos de qualidade, favorecendo a melhoria de qualidade de vida das pessoas. Esta é uma obra pequena, de baixo custo e que com certeza levará grande retorno para pessoas que por ali andam”, diz o vereador sobre o assunto.

Dando início à Ordem do Dia, foi colocado em primeira discussão o Projeto de Lei Nº 043/2010, criado pelo Poder Executivo, que autoriza a emissão de títulos definitivos de terrenos urbanos de Parauapebas.

Os requerimentos e o Projeto de Lei pautados foram aprovados por unanimidade pelos vereadores.

A próxima Sessão Legislativa da Câmara Municipal de Parauapebas será realizada terça-feira, 23/11 às 16h. A sessão é aberta à população e todos estão previamente convidados.
(Assesoria de Imprensa da Câmara)

A procura do delator

A maioria do pessoal da comunicação já arriou a mochila e perdeu as esperanças de receber a grana da segunda parcela do débito retroativo que a prefeitura teria com os veículos da comunicação da cidade.
Dizem que o caldo entornou quando na semana passada o segmento se reuniu para discutir a situação e como não poderia deixar de ser, todo mundo falou cobras e lagartos do prefeito, prometendo inclusive fazer matérias contra prefeitura que a Rádio Arara Azul levaria ao ar. Pois bem, não se sabe quem falou para o prefeito Darci ermen essas coisas, mas o que se sabe é que quando o Raimundo Cabeludo foi falar com prefeito, ele discorreu a reunião todinha e falou que não daria um mísero real a ninguém da comunicação, com exceção do jornal Correio do Pará, que continuaria com o contrato de R$ 17 mil por mês.
A galera da comunicação diz que alguém gravou a reunião e entregou todo mundo de bandeja.
Um informação extra. O jornal HOJE não participou da reunião, até porque há muito tempo ele não publica um simples edital da prefeitura .

Blog do Waldyr - 4 anos

O Blog do Marcel se congratula com o Blog do Waldyr Silva pelos quatro anos de atividades. Parabéns, presidente.

O blocão

Por Merval Pereira
Por que será que o PMDB nunca pensou em montar um bloco de centro-direita durante o governo Lula como o que está montando agora, quando a presidente eleita Dilma Rousseff começa a decidir a formação de seu ministério?
Por que ninguém sabe o que vai predominar na engenharia política que está sendo montada, talvez a duas cabeças, para a futura administração petista.
No governo Lula, nenhum dos partidos da base governista tentou uma rebelião branca por que primeiro Lula era maior não apenas que o PT, mas também que o PMDB e os demais partidos de sua base.
Sobretudo, porém, por que todos confiavam em que Lula enquadraria o PT para abrir espaço no seu governo, cujo objetivo maior sempre foi eleger Dilma Rousseff.
Agora, cada um trata de cuidar de si até que a nova presidente dê o ar de sua graça e mostre aos aliados quem é que manda no seu governo, qual será a linha de atuação.
O PMDB começou a se mexer quando sentiu o cheiro de carne queimada na disputa das presidências da Câmara e do Senado.
Tendo perdido nas urnas a prerrogativa de ser a maior bancada da Câmara por 9 deputados – o PT elegeu 88 deputados contra 79 do PMDB -, os peemedebistas já tentavam um acordo de cavalheiros com o PT para um rodízio na Câmara, a exemplo do que fizeram na legislatura anterior.
Mas como na nossa política faltam cavalheiros, o PT lançou a idéia de fazer o rodízio também no Senado, onde o PMDB tem uma maioria incontestável: tem 20 dos 81 senadores, enquanto o PT tem 14.
Ao mesmo tempo, o PMDB passou a ver a disputa dentro do próprio PT do grupo comandado pelo ex-deputado José Dirceu que tenta barrar a ida do ex-Ministro Antonio Palocci para um posto de importância dentro do governo, ainda mais se for dentro do Palácio do Planalto, como a chefia do Gabinete Civil ou uma Secretaria-Geral turbinada.
Essa briga de foice no escuro, que está sendo travada neste momento, será o primeiro sinal que os políticos e o público de maneira geral receberão sobre as tendências do futuro governo Dilma.
Por enquanto tudo indica que as idéias defendidas por Palocci quando estava no Ministério da Fazenda vão prevalecendo, e o atual Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que era seu aliado naquele momento na tentativa de conter custos do governo, continua sendo o porta-voz das mesmas idéias, até o momento sem ser contestado por ninguém do futuro governo.
Há também indicações de que a postura, digamos, mais proativa do Ministro da Comunicação Social Franklin Martins a favor de um maior controle social dos meios de comunicação, anunciando até mesmo um confronto se necessário para a regulamentação das telecomunicações, não está de acordo com o que a presidente eleita quer em matéria de relacionamento com os meios de comunicação.
Nos dois casos, a presidente eleita tem emitido sinais que contradizem sua atuação como ministra no Gabinete Civil, o que pode indicar que uma vez eleita, as imensas responsabilidades do cargo passaram a ditar seus compromissos, e não um eventual voluntarismo que porventura guiasse suas decisões anteriormente.
O blocão formado por PMDB, PP, PR, PSC e PTB, com 202 deputados federais no total, é uma demonstração de que uma eventual tendência esquerdista não terá respaldo no Congresso, mesmo que na teoria o governo tenha o domínio de praticamente 70% daquela Casa, com o apoio de dez partidos políticos de peso: PT (88), PMDB (79), PP (41), PR (41), PSB (34), PDT (28), PTB (21), PSC (17), PCdoB (15), PRB (8).
A formação desse agrupamento político de centro-direita, com o vice-presidente eleito
Michel Temer como coordenador informal das negociações parlamentares, não apenas deixa o PT isolado com seu grupo de esquerda tradicional (PC do B, PDT, PSB) como demonstra que a vitória petista nas urnas não significa que haverá apoio político para um governo de esquerda que radicalize em pontos polêmicos como, por exemplo, os incluídos no Programa de Direitos Humanos.
Também na questão puramente fisiológica há uma barreira às intenções petistas de ampliar seus poderes para cima dos aliados.
O PT quer não apenas a presidência da Casa, mas quer de volta ministérios que perdeu no segundo governo Lula para que a aliança governista acomodasse os representantes de outros partidos.
Mas o que o PMDB e seus seguidores querem é pelo menos manter essa partilha de poder do jeito que Lula deixou, o que quer dizer que o PP quer manter o Ministério das Cidades, o PMDB o de Minas e Energia e o PRB o de Transportes, todos na suposição de que haverá mais investimentos nos próximos anos.
O PT encontrará também uma reação forte de um antigo aliado, o PSB, que foi o partido da base que mais cresceu proporcionalmente nas últimas eleições e não se conforma mais em ser apenas um apêndice do PT.

Chateado

Dizem que o vereador Eusébio Rodrigues (PT) anda chateado com o prefeito Darci lermen. É que o prefeito teria entrado com um mandato de segurança ma justiça para anular uma cláusula das recém-aprovadas alterações da Lei Orgânica do município. Os artigos em questão tratam-se das regulamentações dos loteamentos urbanos.
Para Eusébio, o prefeito teria lhe desprestigiado, uma vez que ele era o presidente da Casa na época das alterações.

Sessão de beija-mão

O blog ficou sabendo que os vereadores também se encontarão com o governador eleito, Simão Jatene. A sessão do beija-mão é uma praxe na política e acontece sempre que um mandatário do Estado é eleito.
Compreensivelmente os quatro vereadores do PT não devem participar do rapapé.

Rapidinha

Ontem a sessão legislativa demorou menos de 20 minutos. É que os vereadores não deliberaram nada porque estariam se preparando para a viagem que farão à capital do Estado para participarem de um curso, promovido pela Associação dos Municipios do Araguia e Tocantins (Amat). Será que vai ter diária?

Terra na mão dos outros é latifúndio

O PT que no passado foi um partido que sempre lutou contra fazendeiros, parece que ao chegar no poder mudou de ideia, pelo menos em Parauapebas.
É assim, o camarada mal chega no poder e já vai comprando as terras que encontra pela frente. Depois disso, manda fazer represas (quase sempre com os equipamentos da prefeitura, é claro), cria peixes e tudo vai de vento em popa. Isso aconteceu com o João Fontana, Nilson da CKS, com o próprio Darci e agora recentemente com o secretário de Obras, Coutinho. O moço tá virando o zetelo, comprando terra. Nada mal para quem chegou um dia desses na cidade puxando a cachorrinha e sendo uma espécie de ofice boy de luxo da primeira-dama, Odilza Lermen.
Ao que parece, que o PT era contra as terras nas mãos dos outros.

É bom o PMDB se prevenir e olhar as lições do passado

Ainda sobre o interesse de co ntar com o PMDB local para apoio de 2011, o PMDB pagou caro em 2008a ambiguidade de tentar acariciar o governo municipal e não se posicionar ao lado do povo, razão pela qual os seus candidatos a vereador foram muito mal votados.
Só se justificaria a entrada do PMDB no governo se houvesse uma verdadeira reformulação do governo, com uma mudança de no mínimo 360 graus, com a saída da maioria dos secretários e assessores, que estão énriquecendo da noite para o dia (basta ver o que esses senhores tinham o o que eles têm em menos de qutro anos). Com nada disso vai acontecer, é bom o PMDB se previnir e olhar as lições do passado. Compensa se sujar por tão pouco? Será que a população vai entender essa engenharia de interesses?

Lermen quer o PMDB

Tentando se aproximar do PMDB a qualquer custo, o prefeito Darci Lermen iniciou as conversações para um eventual apoio do partido em 2011. Segundo informações, ele chegou a oferecer a secretaria de Assistência Social, gentilmente declinada pelo PMDB, no que tem toda razão. Hoje em dia a Semas não passa de um bom cabide de empregos, porque, a exemplo de outras, não funciona e só serve para dar suporte a para as famosas "transferências de verbas", só não me perguntem para onde.

Por que não eu?

De uns tempos para cá a cidade anda com cara de entulho. Montes de lixo na rua e muita gente, ao invés de jogar detritos nas lixeiras, colabora para o caos, atirando papel nas ruas, e (pasmem!) até fazendo xixi, como acontece entre o Banco do Brasil e a Leolar.
Talvez essas pessoas pensem que se o prefeito pode fazer cangada atrás de cangada, por que ele, cidadão, não pode dar apenas uma mijadinha na rua?

Todos ao Rosenão

Ontem não deu. A internet estavba abaixo de qualquer crítica e o resultado foi um dia improdutivo, sem uma única postagem.
Depois dessa considerações à guisa de desculpas, vamos todos ao Rosenão na tarde-noite dessa quarta para torcer pelo PFC contra o Bragantino, lembrando que uma vitória simples de 1 a 0 dá a vaga para a final da segundinha da equipe local.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Carta de Lula para Noel


(Kibe loco)

Mudanças?

Mudanças no governo: Tem muita gente jurando que quem tem tem medo, em outras palavras, quem tem rabo de palha não chega perto de fogo.

Dilema

A situação anda tão caótica que na semana passada, no Liberdade II a esposa de Jessé Viera, morador da rua Regério Cardoso estava dintante de um dilema. Como tinha apenas alguns litros de água potável teria que decidir se utilizava a água para fazer o almoço ou a deixava para a família beber.
Depois de muita reflexão, a dona-de-casa cancelou o almoço e deixou o líquido para mitigar a sede da família. A que ponto nós chegamos.

Desculpas

O jornal HOJE, por meio do blogger Marcel Nogueira, também diretor do jornal se desculpa com Eldan Nato, pela indelicadeza de não dar os créditos das fotos capturas no Blog do Eldan Nato e utilizadas na matéria do jornal nº 436, que trata do treinamento do exército nas ruas de Parauapebas.

O problema aconteceu na madrugada de sexta-feira . O sono e a pressa foram fatais, de modo que a gente pede as devidas desculpas ao amigo.

domingo, 14 de novembro de 2010

Parauapebas perde para o Bragantino

Ontem, em Bragança, o Parauapebas Futebol Clube perdeu a partida de ida para os donos da casa, por 2 a 1.
Apesar da derrota, o resultado não foi de todo ruim. Basata uma vitória de 1 a 0, no estádio Rosenão no jogo da volta que o clube local caminhe para a finalíssima da segundona.

sábado, 13 de novembro de 2010

O cúmulo da inrresponsabilidade

Poço cada vez mais difícil no LIberdade II Jorge sofre
Caixas d'água vaizas, uma rotina no bairro


Assim com tantos outros bairros que foram implantados no final da década de 90, o Liberdade II é hoje um bairro densamente povoado; assim como outras localidades que se ressentem dos serviços públicos essenciais, o Liberdade convive com o descaso e o abandono das autoridades; por fim, assim como outras comunidades, os moradores do Liberdade II são obrigados a conviver com a irresponsabilidade da Administração Pública que condena milhares de pessoas a humilhação de rastejar atrás de água potável por anos a fio.


Localização -

Localizado na divisa do Liberdade I, o bairro se ressente de tudo. Não tem esgoto, pavimentação asafáltica e o serviço de distribuição de água tratada não existe. Para resolver a situação, moradores improvisam mangueiras para tentar conseguir água na rede de distribuição do bairro vizinho, mas, em virtude da elevação do terreno, a água não consegue chegar nas torneiras.


Por conta disso, a população conta apenas com a distribuição de água feita pelos caminhões-pipas, que muita vezes demora até 15 dias para chegar. Nas ruas Rogério Cardoso, Lima Sobrinho, Pedro Miranda e as demais vias públicas do bairro, o que se vê são caixas d'água e recipientes vazios na porta das casas, com o que a esperar por algo que deficilmente aparece.

Calejada com o sofrimento a população aceita o suplício resignadamente. Não há grandes manifestações de desagrado, mas ao percorrer o bairro a reportagem descobre pessoas quejá não agüentam mais a irresponsabilidade de pessoas que foram eleitas para servir e ainda assim, se servem do povo. O aposentado Jorge José de Almeida é uma espécie de líder comunitário do bairro. À reportagem, ele mostra ofícios enviados aos Serviços Autônomos de Água e Esgoto de Parauapebas (SAAEP) solicitando a resolução do problema. Numa das respostas da SAAEP , o seu gestor, Edvando Cabral diz que ainda no primeiro semestre de 2010, com a inauguração da nova estação de Tratamento de Água (ETA), o problema seria resolvido. Como o ano se encaminha para o seu final, fica claro que a promessa não foi cumprida. Por ironia do destino, um grande reservatório de água está instalado no alto do morro que circunda o bairro, mas até a presente data ninguém foi contemplado com uma mísera gota de água. “Nós já estamos no final de 2010 e até o momento o reservatório continua desativado”, diz Jorge, se desculpando pelo estado deplorável da casa, que carece de limpeza, “estamos há mais de oito dias sem água, a casa está suja, não tem água nem para lavar roupa ou cozinhar”, Jorge diz que o que resta do precioso líquido está num balde, que ele conseguiu aparar na última chuva.


A cerca de 500 metros mais um drama. Até às 12 horas, a esposa de Jessé Vieira Souza espera pela passagem do carro-pipa. Segundo informações da família naquele dia não haveria almoço, por exclusiva falta de água, “só tem um pouco de água para beber” A dona-de-casa conta que há vários dias seus filhos não comparecem às aulas, “os uniformes estão sujos”, diz, envergonhada. Para comprovar a veracidade, Jessé mostra a caixa d'água de 500 litros completamente vazia.

Escola sem água


- Como ficar sem água não é privilégio apenas da população, a escola Elisaldo Ribeiro, localizada no alto do morro também está com os reservatórios vazios. Segundo informações, á caixa d'água de 10 mil litros, abastecida duas vezes por dia não agüentou a pressão da água e estourou. Por conta disso, desde sexta-feira os alunos estão sendo dispensados para retornar para casa.

Confirmando a informação do abastecimento sistemático dos recipientes da escola, a reportagem pôde comprovar a chegada do veículo, mas por causa das avarias das caixas, não foi possível o abastecimento. Se o carro pipa abastece a escola duas vezes por dia, o mesmo não acontece com o resto da população. O motorista Valdenor Martins, que reside no bairro há três anos afirmou que sempre conviveu com o problema, “muitas vezes a gente tem que colocar vasilhas no carro e sair em busca de água”. Valdenor, assim como Jorge afirma que encontra dificuldade em encontrar cisterna disponível. Para ter uma posição da prefeitura, a reportagem esteve na SAAEP. Na primeira vez foi informada que o expediente para o público externo era até as 12 horas. No dia seguinte o jornal retornou no órgão responsável pelo abastecimento e não pôde falar com o gestor Edvando Cabral. Segundo informações , ele estava na zona rural participando de uma inauguração na Vila Sanção.

Na SAAEP, o jornal foi informado que o abastecimento de caminhões-pipas estava suspenso porque a prefeitura estava inadimplente havia três meses. O jornal ficou sabendo que depois de muita negociação, os proprietários de veículos de abastecimento de água tinham voltado a trabalhar na esperança de receber o atrasado até a semana que vem. Caso o compromisso não seja honrado a possibilidade uma nova paralização é líquida e certa. Aliás, deve-se dizer que seguidamente há interrupção dos serviços por falta de pagamento por parte da prefeitura.

A informação causa estranheza, porque a prefeitura de Parauapebas nunca arrecadou tanto quanto agora, inclusive ele estaria com mais de R$ 100 milhões em caixa. Se com tanto dinheiro não pode pagar um dúzia de pais de famílias que prestam serviço à administração, é caso de se perguntar qual seria a serventia de tanto dinheiro que tem entrado na caixa registradora.

Referente a oferta de água tratada para a população, a informação que foi passada ao jornal é que a ETA está praticamente pronta, entretanto, a falta de energia estaria impedindo de o equpamento estrar em funcionamento. Segundo Orlando Meneses, da secretaria de Obras, a Rede/Celpa informou que até o final do ano o problema de energia de baixa qualidade estaria solucionado.

Mudanças à vista

Boatas correm soltos, mas dizem por aí que Altamiro Borba pode deixar a secretaria de Assistência Social para asumir a vereança, no lugar de Zé Alves,que iria para a secretaria de Agricultura. Já a secretaria de Assistência Social seria preenchida por alguém do PMDB. Vamos aguardar um pouco mais para ver se os boatos se materializam.

Torcida

Ainda com relação a partida contra Bragança, precaução é sempre bom. Tem gente na comissão técnica que torceu desesperadamente para que no emparceiramento dos jogos, o PFC não pegasse o Kyikatejê. A torcida tem uma explicação. Nos últimos quatro jogos contra o Kyikatejê, O Parauapebas Futebol Clube perdeu três.

PFC pega Bragantino amanhã

Depois do sorteio, ocorrido na quinta-feira, entre os quatro semifinalistas da segundinha (PFC, Abaeté, Kyikatejê e Bragantino), o PFC pega o Bragantino em duas partidas de mata-mata. O primeiro jogo acontece amanhã a tarde em Bragança, enquanto a partida de volta será em Parauapebas, no estádio Rosenão.
Como a equipe de Parauapebas já estava em Belém, ficou por lá mesmo para seguir para Bragança amanhã.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

HOJE - 436


Capa do HOJE 436, qe já está nas bancas. Matéria principal a falta de água nos bairros periféricos e o descaso das autoridades, que assiste impassível o suplício da população, que depende carros-pipas para as necessidades mais elementares.

Resenha política

Na propalada reforma de secretários que está sendo gerada na prefeitura, comenta-se na cidade que Cláudio Feitosa poderia assumir a Assessoria de Comunicação. Cláudio desconversa. ### Deve-se dizer que Feitosa foi o primeiro assessor de comunicação do governo Darci Lermen. ### O moço, entretanto, não gostou muito e andou pela Band e hoje é um dos mais bem avaliados secretários de Lermen, à frente da secretaria de Cultura. ### O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em sessão na manhã desta terça-feira (9), tornou inelegível por três anos a deputada estadual Bernadete ten Caten (PT). ### Ela é acusada de ter praticado crime de abuso de poder econômico, quando concorreu à Prefeitura de Marabá, em 2008. Da decisão ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). ### Com a cassação do registro da candidatura da deputada Bernadete Ten Caten, seus votos devem ser considerados nulos, o que deve influir na legenda do PT. O PT pode ter eleito sete deputados estaduais, ao invés de oito. ### Outra situação a ser considerada é os casos de compra de votos ou abuso de poder econômico em Parauapebas, como abastecimento irregular, como o que se viu na carreata de Milton Zimmer. ### Esses casos deverão ser apreciados pela justiça. Depois dessa é melhor botar as barbas de molho. ### Ontem e hoje, está sendo inaugurado o sistema de distribuição de água na Vila Sanção. ### Por conta disso, boa parte da cúpula da administração municipal esteve ausente do município. Edvando Cabral, gestor da SAAEP e José das Dores Couto, o “Coutinho” também esteve na vila Sanção. ### Hoje pela manhã aconteceu a coletiva no auditório da Associação Industrial e Comercial de Parauapebas (Acip). O tema da conversa com profissionais da imprensa foi o projeto Ação Cidadania que será realizada nos dias 04 e 05 de dezembro. ### A presidenta eleita Dilma Rousseff defendeu hoje (11) aumento salarial para os ministros de Estado, mas negou que haja a mesma necessidade de reajuste para o presidente da República. ### Segundo ela, se não houver o reajuste salarial será impossível nomear ministros, pois há uma “defasagem” em relação ao oferecido aos ministros e o que o setor privado propõe. ### Dilma Rousseff concedeu entrevista coletiva depois de fazer um rápido passeio por Seul, capital sul-coreana ontem.

Chácaras viram cidades do nordeste: não tem água

Para que ninguém saia diziendo por aí que falta de água é privilégio apenas dos bairros da periferia, as chácaras do Sol, Lua e Estrelas estão há um monte de dias sem o precioso líquido. Do jeito que a coisa vai, é solicitar a prefeitura para que esses bairros sejam incluídos no programa dos carros-pipas, ou então esperar um pouco mais, que o inverno tarda mas não falha. Quem mandou votar no “homi”?

Dinheiro de sobra

Tantas mazelas sociais anunciadas e os mais distraídos podem até pensar que a prefeitura de Parauapebas está com o pires na mão. Não é bem assim. Só no mês de outubro, a prefeitura arrecadou mais de R$ 50 milhões. Somando com os meses anteriores, supõe-se que ela deva ter mais de R$ 100 milhões em caixa, além do dinheiro do PAC, que deve passar dos R$ 30 milhões. Não falta dinheiro para melhorar o sistema de água, falta vontade, falta vergonha na cara.

Cerimoniais

Nos eventos e solenidades da cidade dá de tudo, inclusive profissionais que fazem o cerimonial dispostos a ser a estrela da companhia. Há os que adoram fazer gracinhas, os das tiradas espirituosas; os que resolvem dar anúncios de utilidade pública; os que gostam de dá pontapé no roteiro e desandam a improvisar e (pasmem!) tem uns que se arriscam a ditar normas, como se alguém fosse ao evento ouvir lição de moral. Tem uns que chegam a cúmulo de avisar que vai quebrar o protocolo e esquecem que o melhor profissional de cerimonial é aquele que faz da discrição a qualidade maior. Esse sabe que está lá para ganhar o cachê; quem brilha nessas ocasiões é o homenageado, o dono da festa, enfim..

Algo está errado

Impressiona a quantidade de crimes violentos que tem ocorrido nos últimos tempos. Ainda que Parauapebas nunca tenha sido uma uma cidade muito pacata, mas, convenhamos, a coisa anda tomando dimensões superlativas, indecentes mesmo.
Não se pode esquecer, que o Projeto Carajás, que atrai gente de todos os recantos do país e o município acaba se tornando uma porta aberta para Brasil. É verdade que a imensa maioria dos chegantes é composta por pessoas honestas e que vêm para trabalhar, produzir e progredir, entretanto, no bojo dessa procissão que aporta na estação ferroviária, ou no terminal rodoviário, se mistura a ralé do submundo, escorraçados de outras plagas e malandros passados na casca do alho.
No meio dessa colcha de retalhos, gangues da periferia e (pasmem!) jovens bem nascidos da sociedade, encantados com uma fama ilusória e idiota, tentam tomar o lugar dos que partiram desse vale de lágrimas em refregas com a polícia, ou em intermináveis acerto de contas e vendetas.
Nos veículos de comunicação, matérias policiais tomam cada vez mais espaço, como, por exemplo, no último fim de semana, no qual perderam a vida seis pessoas, algumas com requintes de crueldade, como uma pessoa que foi decapitada na zona rural. Na mesma semana jovens, no auge dos vinte anos deixaram a vida escorrer entre os dedos, como se matar ou morrer fosse a ordem natural das coisas, ou como se a vida, que mal começou a florescer, pudesse ser dada em consumo.
Na quarta-feira, na saída da escola Chico Mendes uma cena de violência precoce revelou a realidade do presente, como uma bomba de efeito retardado, que pode explodir no futuro. Cerca de 50 garotos, de 14 a 16 anos insuflavam um adolescente da mesma idade a entrar em confronto com um outro colega de escola. De repente, no meio da chuva, por muito pouco a rua B não se tornou uma praça de guerra no sentido mais amplo da palavra, numa briga generalizada.
Não resta dúvida, algo está errado, talvez tenhamos que repensar tudo, desde as relações de família, medidas sócio-educativas, até a repressão que muitas vezes é efetuada de forma equivocada. Será que a omissão da família não está sendo o início de uma tragédia anunciada? Será que a maneira contemplativa da sociedade não tem deixado o sinal verde para o afloramento dos piores instintos? Será que o nosso sistema penal não virou apenas um depósito de seres humanos, que a sociedade deseja se livrar? Pesemos nisso, pensemos também que redomas sociais não existem.
(artigo publicado no jornal HOJE 436 - Coluna do Marcel)

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Convite


A Colossus, empresa especializada em mineração e que desenvolve a reabertura de Seras Pelada, que terá extração de minério mecanizada estará dando um novo impulso nas atividades com novos equipamentos de subsolo na cava de Serra Pelada. A empresa convida profissionais de comunicação para conhecer os serviços no sábado próximo.

Inadimplência

Mais uma vez os proprietários de caminhões-pipas cruzaram os braços e a periferia da cidade mais uma vez ficou sem água.
Segundo informações, já são três meses de inadimplência. Ao que parece, os proprietários dos veículos não tinham dinheiro nem pra comprar combustível para abastecer os veículos. Segundo o apurado, a prefeitura disponibilizou combustível, a gora, os meses atrasados, nem pensar. E isso porque há mais de R$ 100 milhões no caixa da viúva.

Sorteio

Hoje, a partir das 14 horas, a Federaçao Paraense de Futebol vai realizar o sorteio do quadrangular decisivo das quatro equipes que estão classificadas na segundinha. PFC, Kyikatejê Gaviões, Abaeté e Bragantino vão medir forças para ver quem particia da fase seguinte do parazão do ano vem.

Reforma do secretariado

Na propalada reforma de secretários que está sendo gerada na prefeitura, comenta-se na cidade que Cláudio Feitosa poderia assumir a Assessoria de Comunicação. Cláudio desconversa.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Se indignar ...

O senador Artur Vigílio, do PSDB do Amazônas era propenso a arroubos de indignação. Vocifereva contra tudo e contra todos, até contra o presidente Lula, que naquela época capengava para se manter em pé, açoitado pelas notícias de que o PT estava atolado até a medula no escândalo do “mensalão”. Em um determinado momento, Virgílio disse que se encontrasse o presidente por aí não responderia por ele.
A manifestação destemperada do senador – conhecido na política como pavio curto – talvez tenha sido movida por oportunismo político, ou até mesmo pelo preconceito, o motivo nesse momento é o que menos importa. A única particularidade que está em pauta nesse artigo é a sua indignação.
A capacidade de se indignar diante das injustiças talvez tenha seja o maior diferencial do homem para o animal. Enquanto o ser humano conseguir se contrapor às situações consideradas ultrajantes, haverá esperanças de um mundo melhor.
Enquanto populações inteiras sentirem o gosto da humilhacão, Parauapebas, por mais que cresça, ainda será um município de beira de estrada.
Se indignar contra a má versação dos recursos públicos é um dever cívico; se indignar quando se vê sumir pelo ralo milhões e milhões de reais, sem uma explicação plausível é mais do que uma opção, é obrigação; se indignar quando se vê servidores públicos enriquecem da noite para o dia, como se um cargo de secretário fosse um bilhete premiado é uma sagrada alternativa; se indignar quando bairros inteiros, como o Liberdade II são submetidos ao ultraje de passar sete, oito dias sem água, condenando famílias inteiras a ficar sem lavar , passar, cozinhar e se humilhar atrás do beneplácito de um dono de cistena que lhe socorra com um balde de água, é antes de tudo, ser justo; se indignar vendo a SAAEP cobrar tarifas absurdas e sendo por isso alvo de CPI na Câmara de Vereadores e mesmo assim negligenciar o tratamento do esgoto nas ETES da cidade é o obvio do obvio; por fim, se indignar com as jogadas ensaiadas, com as mágicas, na qual desaparece o dinheiro público, é um atestado de humanidade.

PFC classificado

Fim de jogo. PFC 0, Isabelense 0. Tchau tchau, Isabelense.

Com as barbas de molho

Com a cassação do registro da candidatura da deputada Bernadete Ten Caten, seus votos serão considerados nulos, o que deve influir na legenda do PT. O PT pode ter eleito sete deputados estaduais, ao invés de oito.
Outra situação a ser considerada é os casos de compra de votos ou abuso de poder econômico, como a bastecimento irregular, como o que se viu na carreata de Milton Zimmer. Esses casos deverão ser apreciados pela justiça. Depois dessa é melhor botar as barbas de molho.

Fim do primeiro tempo. PFC 0, Isabelense 0

16:55h. O velho amigo Robson Cunha me liga de Santa Isabel do Pará para informar que o Parauapebas Futebol Clube resiste bravamente a pressão do Isabelense.
No momento terminou o primeiro tempo e o placar do jogo é 0 a 0. Vamos torcer pela manutenção do resultado no segundo tempo e a consequente classificação do PFC.

Ten Caten cassada

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em sessão na manhã desta terça-feira (9), tornou inelegível por três anos a deputada estadual Bernadete ten Caten (PT). Ela é acusada de ter praticado crime de abuso de poder econômico, quando concorreu à Prefeitura de Marabá, em 2008. Da decisão ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações são da Assessoria de Imprensa do TRE.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

O recado das urnas

por Leônidas Mendes

Os resultados gerais das eleições 2010, uma vez mais , demonstraram que, à medida que a democracia se consolida no Brasil, o povo brasileiro amadurece em sua capacidade de “enquadrar” partidos, lideranças e os políticos em geral.
Essa percepção se confirma quando tomamos para base de análise os resultados eleitorais em nível nacional. Se verificarmos bem, a vitória eleitoral governista (PT e aliados) em nível nacional (presidência e Congresso Nacional) foi contrabalançada pelas 10 governadorias da oposição (08 PSDB e 02 DEM).
Embora muitos analistas, eivados de preconceitos, insistem em não ver, posto que em desabono às suas opiniões, previsões e, até mesmo, predileções, o povo (é) foi sábio; e assim se expressou: “daremos o poder maior ao PT (e seus aliados); mas, não o poder ilimitado” – os “estados oposicionistas” servirão de freio!
Claro está, espero, que os termos e a consciência não foi essa, lógico! Mas, as conseqüências, e seus efeitos, o foram. O que dá no mesmo. E, certamente, o PT (e seus aliados), em nível nacional, deverá se aperceber disso.
Quanto a nós, em nível estadual e municipal, o recado das urnas foi ainda mais contundente! Em nível estadual, ficou por demais evidente que não adianta “tapar o sol com a peneira”. E, como o diz muito bem, meu amigo Chiquinho do PT: “ao partido que está no poder, só lhe resta governar bem, ter ações, fazer obras... se não, o povo responderá à altura!” Ou, melhor dizendo, sem corrigi-lo, é claro: “não corresponderá!”
No caso estadual, a resposta foi acachapante. Ainda quando se toma em conta que, quando se trata de uma disputa reeleitoral, quem está na oposição “nunca ganha”: é quem está no poder quem perde. Foi exatamente o que aconteceu.
Para surpresa de todos, o PT, partido que sempre reclamou da falta de memória do nosso povo, apostou exatamente nisso: e se deu mal! Com uma administração pífia, seguindo uma política extremamente centralizada e centralizadora, da qual participavam um ou dois “gatos pingados”, que se julgavam “neoilimuniados”, “novos ungidos”, o governo petista, em sua tentativa reeleitoral não conseguiu apagar da memória as limitações políticas e administrativas de sua (in)gerência. O resultado foi o que se viu!
O recado foi ainda mais estrondoso quando se toma em conta que, na maioria das cidades administradas pelo PT, sua candidata a reeleição, a governadora Ana Júlia Carepa, foi derrotada. Em alguns casos, numa proporção de 2 para 1: isto é, dois votos para o adversário e um voto para o PT. O que deixou claro que a insatisfação não era apenas contra o governo petista estadual: tem (tinha?) como alvos também as administrações petistas municipais.
E, nestes casos, talvez onde o recado das urnas tenha sido mais forte, mais vigoroso, e a demonstração de insatisfação popular com a condução da res pulpita (coisa pública) municipal do petismo paraense, foi exatamente nas cidades consideradas a “cereja do bolo”: Santarém (oeste) e Parauapebas (sudeste)!
Mais grave ainda porque, em ambas as cidades, cada uma num extremo geográfico do estado, pólos econômicos e políticos em suas respectivas regiões, os gestores, petistas ambos, foram reeleitos em 2008: Maria do Carmo (Santarém) e Darci Lermen (Parauapebas); e estão a quase 06 anos à frente de suas administrações.
Não sou um versado na situação política de Santarém, que acompanho de longe e, confesso, imaginara outro quadro em relação à prefeita Maria do Carmo. Justamente por isso não me arvorarei diagnosticar as causas de tão fulgurante derrota eleitoral, posto que perdeu nos dois âmbitos: José Serra foi o mais votado para presidente e Simão Jatene para governador, ambos do PSDB. Isto diz muito, muito mesmo, sobre a que pé anda a avaliação popular-eleitoral de sua administração!
Já em Parauapebas, e não era preciso ser “gênio da humanidade” para percebê-lo, foi, literalmente, “a crônica de uma derrota anunciada”, parafraseando Gabriel Garcia Marquez. E, frise-se, pouco dela se deveu à (in)ação da administração estadual, que, aliás, foi promissora à nossa cidade!
O recado dado não foi à governadora Ana Júlia e a seus acólitos. Foi direto para o prefeito Darci Lermen, e ao PT municipal, já preludiando o que está por vir, se nada mudar. Ou, melhor: se muita coisa não mudar na gestão política e administrativa municipal: em outras palavras, 2012 pode ser pior, bem pior!
O cenário eleitoral para o petismo municipal está cada vez mais tempestuoso. E o partido não vem dando sinais de habilidade para dele escapar. Diz um ditado popular que “quem planta chuva colhe tempestade”: e é exatamente isso que está acontecendo neste momento.
Enquanto o PT chora sua derrota; e tenta encontrar seus “bodes expiatórios”, a oposição municipal, com direito a parte dela operando dentro da própria máquina administrativa municipal, trabalha assídua e diuturnamente, para isolá-lo, político e eleitoralmente, para/em 2012.
E, pode até ser que eu mais uma vez esteja errado, mas, ao menos nesta conjuntura, com o rescaldo da derrota para o governo estadual e a (re)ascensão tucana no Pará, o PT não tem dado demonstrações de que reagirá e conseguirá manter e reagrupar seus, cada vez mais, “ex-quase-futuros”, ou “quase-ex-futuros”, aliados municipais.
Quem viver verá! Ou “chorará”, como diz o poeta, outra derrota! Mas, o recado foi dado. Não está sequer nas entrelinhas. Foi claro como água cristalina. Resta saber se foi percebido. E se será devidamente captado. O futuro nos espera...

Zacarias e a eleição da LEP

Zacarias Marques Assunção mandou o comentário abaixo, transformado em post pela importância do tema:
"Como militante no meio desportista e domiciliado neste Município há 20 anos, assim como você assistimos e acompanhamos toda a trajetória da LEP como gestora do futebol amador de nossa cidade, para tanto gostaria na oportunidade de deixar algumas considerações aos nossos amigos desportistas:- Quando do final do segundo mandato de nosso atual Presidente da LEP o nosso amigo Roque Dutra, auxiliei-o, para o bem do esporte a elaboração das modificações do Estatuto da LEP, apoiado claro por todos os presidentes de clubes, uma vez que o atual só permitia uma reeleição; Precisamente no dia 17 de julho do corrente ano de 2008 a Assembleia Geral da LEP aprovou as modificações Estatuto da entidade, permitindo assim, a reeleição ao presidente quantas vezes o mesmo quisesse e consequentemente merecesse. - É sabido que independente de qualquer situação do passado, acredito que todos nós tivemos a nossa parcela de contribuição, mas, não podemos deixar de reconhecer que o esporte amador de Parauapebas cresceu e desenvolveu muito com as Gestões do Sr. Roque Dutra e do apoio do Sr. Prefeito Darci Lermem, fato jamais obtido antes por qualquer gestor municipal.- O meu nome como candidato a Dirigente da LEP seria de fato até um desrespeito de minha parte, se não me sentisse honrado, agora, além de não haver nenhuma articulação, até então, não houve nenhuma conversa com o atual presidente, que pode muito bem ser candidato, além do mais mantemos uma boa relação como desportista e fazemos parte do mesmo partido, por mim a entidade está em boas mãos;
Agora eu particularmente acho que o futebol profissional o PFC não pode continuar atrelado a LEP, esse filme já foi passado em outros lugares e o final é que o futebol amador ficou de mal a pior, exemplo a seleção do município, esse ano já não participou.
Respeitosamente.
Zacarias Marques"
Nota do blogger - O que se sabe é que o atual presidente Roque Dutra já declarou pelo menos umas 200 vezes que não será novamente candidato a presidente da Liga, de modo que as especulações são normais e até necessárias. O nome do desportista Zacarias Marques tem realmente sido cogitado e acredito que ele sabe disso e até se sinta homenageado copm a lembrança. Sendo assim, até que se prove em contrário, continuarei considerando Zaka candidato.

Companheiro Miquinha

Na sessão de hoje, o vereador Odilon estava muito calmo e cheio de boas maneiras desandou a se referir ao vereador Israel Barros, o "Miquinha" como companheiro Miquinha. Foi o suficiente para alguns observadores deduzirem que havia algo no ar. Será que Odilon aderiu a "companheirada?"

Casa condenada

Por conta das chuvas torrenciais que caíram sobre a cidade nos últimos dias, foram registradas várias situações perigosas, principalmente nas áreas elevadas da cidade.
O exemplo clássico do efeito aconteceu na rua Rogério Cardoso, no bairro Liberdade II A enxurrada violenta invadiu a casa de Jorge Santos e danificou as estruturas da casa, que é de madeira.
O laudo da defesa civil condenou a casa, recomendando que a família saísse da moradia. O problema é que até o momento ningué mda prefeitura ofereceu uma casa para que a família passe a morar. Lembrando apenas que a enxurrada só invadiu a sua casa por que a prefeitura não fez os serviços de terraplenagem da via pública e muito menos a canalização das águas das chuvas.

Mau cheiro

Alguém tem que dar um jeito urgentemente na fossa estourada, ou no esgoto endiabrado da escola Chico Mendes. Ontem o odor de urubu insuportàvel. Mesmo nas horas mais amenas da noite, o mau cheiro teimava em empestar o ar das cercanias da escola. Imagine o "perrengue" dos alunos. Aff...

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Juíza do Ceará suspende Enem; vale para todo o país

Folhaonline
Nas pegadas do novo desastre do Enem, a juíza Carla de Almeida Miranda Maia, do Ceará, suspendeu os efeitos do exame realizado no final de semana.
A decisão da magistrada, titular da 7ª Vara Federal de Fortaleza, vale para todo o território nacional.
Deve-se o despacho a um pedido de liminar (decisão provisória) formulado pelo Ministério Público Federal. Cabe recurso.
A juíza realçou em sua decisão o erro mais grosseiro. Na folha do teste sobre ciências, a sequência de perguntas era uma. No cartão de respostas, outra.
"Esses erros de impressão, de montagem e de aplicação das provas do Enem foram todos admitidos pelo Inep”, anotou a juíza.
Para Carla de Almeida, o instituto do MEC incumbido de gerir o Enem se manifestou sobre os erros “de forma pífia".
Acha que a realização de novos testes, em vez de solucionar, agrava a encrenca. Por quê?
A repetição do exame "poria em desigualdade todos os candidatos remanescentes".
Autor do pedido de liminar, o procurador da República Oscar Costa Filho festejou a decisão da juíza. Traz "segurança e estabilidade" ao Enem, disse.
O mesmo procurador recomendara, há duas semanas, a suspensão do Enem. Alegaria que não havia segurança na aplicação da prova.
Agora, pede, além da "anulação da prova”, a identificação e a punição dos responsáveis pelos novos desacertos do Enem.
Questiona: "Como se justifica um erro grosseiro como esse na troca de um gabarito?"
O procurador acredita que a liminar da juíza “põe ordem na casa”, acabando com “essa incerteza generalizada”.
Meia verdade. O MEC anunciou a decisão de recorrer contra a decisão judical do Ceará.
Mantém a intenção de submeter a rapaziada prejudica a novos testes. Alega que será preservada a "igualdade de condições”.
Ou seja: o sururu causado pela incompetência do MEC, exercida com a máxima competência, continua.

Maldade pura

Na goleada do PFC pra cima do Isabelense, teve um gaiato que queria saber se o prefeito assistira o jogo. Depois de se certificar de que o gestor não dera o ar da graça no estádio, o camarada se saiu com essa: "foi por isso que o time ganhou". Pura maldade.

Café da manhã

Nesta quarta-feira, 10, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Parauapebas (Apae) estará ofererendo um café da manhã para a imprensa da cidade. A entidade reconhece a importância da parceria c om os veículos de comunicação na divulgação dos seus projetos sociais. O café da manhã acontecerá na sede da Apae, na rua L, no bairro União às 9 horas.

domingo, 7 de novembro de 2010

PT e PMDB querem nova eleição para o Senado, no Pará

Da Agência Brasil

O PT e o PMDB vão protocolar no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará pedido de novas eleições para o cargo de senador no Estado.
Para os partidos, mais da metade dos votos (57%) foram considerados nulos no primeiro turno, em consequência da cassação das candidaturas de Jader Barbalho (PMDB) e de Paulo Rocha (PT), motivo suficiente para convocar um novo pleito.
"O PT vai brigar para que a Justiça Eleitoral leve em consideração o sentimento expresso por dois terços dos eleitores paraenses", disse Alexandre Padilha, quando visitou o Pará, no dia do segundo turno das eleições presidenciais. Padilha defende novas eleições, se for o caso. "O que vamos fazer é buscar na Justiça a forma de garantir a concretização desse sentimento do povo", acrescentou o ministro.
Posição similar à de Padilha tem a governadora do Estado, Ana Júlia Carepa (PT). "Claro que vamos reivindicar novas eleições [para representantes do Pará no Senado]. Isso é respeito à democracia", disse.
Ela garante que ainda não pensou em se candidatar ao cargo, mas afirma que o PT "já tem compreensão sobre o assunto", e que tem certeza de que o partido "vai honrar" os 1,7 milhão de votos que teve para o Senado. "A gente pretende, sim, discutir o Senado, é claro. Até porque vai ter uma nova eleição", acrescentou. Em nota, Barbalho garantiu que também acionará o TRE do Pará, para que haja novas eleições, e que o PMDB "não aceitará senadores biônicos" para o Estado. Até o momento, nada foi protocolado no TRE do Pará, e a diplomação dos candidatos está prevista para o dia 17 de dezembro.

Flusão 1, Vasco 0

Fluminense 1, Vasco 0. Só faltam quatro.

Eleição na LEP

No próximo dia 30 de novembro, a Liga Esportiva de Parauapebas (LEP) estará elegendo o novo presidente da entidade, que deverá gerir os seus destinos da entidade no biênio de 2011 a 2012.
Por enquanto se tem duas candidaturas postas, mas devem aparecer outros pretendents nos próximos dias. Nelson Ned, que desenvolve serviços administrativos na entidade e Zacarias Assunção são os candidatos.

PFC vence Isabelense pela segundinha. 3 a 0

Marcação cerrada no meio. Helcio marcou 2

O PFC se recuperou da derrota para o Kiykatejê pela primeira fase da seletiva do parazão 2011 e meteu 3 a 0 no Isabelense, arrancando bem na segunda fase de mata-mata. A partida aconteceu hoje a tarde, no estádio Rosenão e por causa da chuva, contou com um público apenas razoável.
Por causa do regulamento, igual ao da Copa do Brasil, onde gol fora de casa vale dois no critério de desempate, o PFC joga a partida da volta na casa do adversário, em Santa Isabel na próxima quarta-feira, podendo perder por dois gols de diferença que estará classificado. Caso perca por 3 a 0 a partida será decidida na combrança de pênaltis. Para evitar a cobrtança de pênaltis, resta ao Isabelense vencer por 4 a 0, não sofrendo nenhum gol.
O Jogo – Para apagar a má impressão causada na derrota por 2 a0 para os índios do Kiykatejê, em pleno Rosenão, no último domingo, O PFC foi pra cima, mas não conseguiu se impor diante do adversário, tanto que o jogo ficou parelho, com muita marcação no meio campo.
No segundo tempo, a equipe cresceu e com Helcio entrando no lugar de Bruno Ramos, a equipe pôde contar com uma opção ofensiva. E foi Helcio, aos 10 minutos, quem abriu o marcador depois de um cruzamento, que encontrou a cabeça do atacante para colocar para o fundo das redes.
O próprio Helcio fez mais um, quatro minutos depois,desta feita escorando um cruzamento primoroso, que veio da direita.
Depois do segundo gol, o Isabelense foi todo a frente para tentar descontar e chegou a ter o domínio do jogo, mas num contra-ataque, o camisa 7 Diego aproveitou um bate-rebate na defesa do Isabelense e fez o seu, sacramentando o placar de 3 a 0.
Parauapebas – Rogério, Claudio, Samir, Adriano e Jairinho, Bruno Ramos, Diego, Julio Cesar, Jairo, Rô e Cloves (Helcio) Tec: Samuel Candido
Isabeleense - André Luis, Leandrinho, Geoge, Henrique e Marlon; Eric, Daniel, Marcelo, Kevison, Ari e Fábio Alex. Tec. Luis Miguel.